• Principal
  • Notícia
  • Menos americanos contam com as notícias da TV; o tipo que eles assistem varia de acordo com quem eles são

Menos americanos contam com as notícias da TV; o tipo que eles assistem varia de acordo com quem eles são

Os americanos estão confiando menos na televisão para suas notícias. Apenas 50% dos adultos dos EUA agora recebem notícias regularmente da televisão, contra 57% no ano anterior, no início de 2016. Mas essa perda de audiência varia entre os três setores de televisão: local, rede e cabo. A TV local experimentou o maior declínio, mas ainda consegue a maior audiência das três, de acordo com uma nova análise do Pew Research Center.

De 2016 a 2017, a parcela de americanos que costumam contar com a TV local para suas notícias caiu 9 pontos percentuais, de 46% para 37%. Em comparação, a dependência de notícias de rede de TV caiu de 30% para 26%. O uso de notícias de TV a cabo permaneceu mais estável, com 28% recebendo notícias com frequência no ano passado, em comparação com 31% em 2016.

Mesmo após esses declínios, a TV local ainda tem um alcance geral mais amplo de notícias do que a rede e a cabo. Alguns grupos demográficos recorrem mais a cada um dos três canais de televisão do que outros.

Existe uma forte relação entre idade e hábitos de notícias na televisão. Os adultos mais jovens têm menos probabilidade do que os mais velhos de receber notícias nas três plataformas de TV. Por exemplo, apenas 8% das pessoas de 18 a 29 anos costumam receber notícias da rede de TV, em comparação com 49% das pessoas de 65 anos ou mais.

Educação e renda também influenciam os hábitos de consumo de telejornais locais e nas redes de TV. Por exemplo, entre os adultos que concluíram a faculdade, 26% costumam receber notícias da TV local e 21% da TV aberta - muito menos do que aqueles que não têm mais do que o ensino médio (47% e 31%, respectivamente). No entanto, o uso de notícias na TV a cabo varia pouco de acordo com a educação ou renda.

Raça e gênero são fatores apenas para a TV local. Cerca de quatro em cada dez não brancos (41%) costumam receber notícias da TV local, em comparação com 35% dos brancos. As mulheres também têm mais probabilidade do que os homens (41% contra 33%) de receber notícias da TV local com frequência. As parcelas de não-brancos e brancos e de homens e mulheres que costumam receber notícias da TV a cabo e das redes são praticamente as mesmas.



Algumas diferenças partidárias também surgem nos hábitos de consumo de notícias na rede e na TV a cabo, mas não para a TV local. Três em cada dez democratas e independentes com tendência democrata costumam receber notícias da rede de TV, em comparação com 21% dos republicanos e independentes com tendência republicana. O padrão é invertido para a TV a cabo: 26% dos democratas e adeptos democratas costumam receber notícias da TV a cabo, em comparação com 32% dos republicanos e republicanos. Não houve diferenças por partido no uso de notícias de TV locais (36% dos democratas / defensores democratas disseram que costumam receber notícias lá, enquanto 38% dos republicanos / republicanos disseram isso).

Nota: Leia a metodologia completa e os principais resultadosaqui.

Facebook   twitter