• Principal
  • Notícia
  • Estudo de Congregações Nacionais descobre mais aceitação pela igreja de gays e lésbicas

Estudo de Congregações Nacionais descobre mais aceitação pela igreja de gays e lésbicas

Uma nova pesquisa de congregações religiosas americanas conduzida por pesquisadores da Duke University e da University of Chicago descobriu que, nos últimos anos, mais igrejas começaram a acolher casais abertamente gays e lésbicas. Essas descobertas são paralelas a tendências mais amplas, mostrando maior aceitação entre o público em geral tanto da homossexualidade quanto do casamento entre pessoas do mesmo sexo durante aproximadamente o mesmo período.

Crescente aceitação de gays e lésbicas entre congregações religiosasO relatório, “Changing American Congregations,” faz parte do Estudo Nacional de Congregações (NCS) em andamento. O Projeto Religião e Vida Pública do Pew Research Center contribuiu com fundos para o estudo, que envolveu entrevistas com um clérigo ou outro membro-chave de cada uma das 1331 congregações pesquisadas.

A pesquisa descobriu que, entre 2006 e 2012, a proporção de congregações que permitiram que um casal assumidamente gay ou lésbico se tornasse membro de pleno direito cresceu de 37% para 48%. Além disso, o número de congregações que permitiram que membros abertamente gays e lésbicas assumissem qualquer posição de liderança leiga também aumentou - de 18% em 2006 para 26% em 2012.

Esses aumentos vêm à medida que os americanos, nos últimos anos, aceitaram muito mais os gays e lésbicas. Por exemplo, de acordo com dados do Pew Research Center, a porcentagem de adultos nos Estados Unidos que dizem que a sociedade deve aceitar a homossexualidade cresceu de 51% em 2006 para 62% em 2014.

Da mesma forma, nossos dados mostram que durante o mesmo período (2006 a 2014), a aceitação do casamento do mesmo sexo entre o público em geral cresceu de 35% para cerca de metade.

Esse sentimento de maior aceitação na sociedade também pode ser visto na visão dos próprios gays e lésbicas. Uma pesquisa da Pew Research de 2013 com a comunidade LGBT descobriu que 92% disseram acreditar que a sociedade os aceitou mais do que dez anos antes.



A maioria dos grupos religiosos vistos como hostis por adultos LGBTNo entanto, 29% dos adultos LGBT também disseram que se sentiam mal recebidos em uma igreja ou outro local de culto. Muitos também classificaram grupos religiosos específicos como hostis à comunidade LGBT, incluindo oito em cada dez (79%) que disseram que a Igreja Católica é hostil às pessoas LGBT.

Embora as igrejas em geral, incluindo muitas denominações protestantes, tenham aceitado mais os adultos LGBT, o NCS descobriu que, quando se tratava de congregações católicas romanas, a parcela que acolhia casais gays e lésbicos na verdade caiu de 74% para 53% entre 2006 e 2012. Os autores do estudo sugerem que a diminuição pode ser devido às 'consequências da crise de abuso sexual infantil (da Igreja Católica), que algumas pessoas associam à homossexualidade'.

Facebook   twitter