• Principal
  • Notícia
  • 5 fatos sobre como os americanos veem a Bíblia e outros textos religiosos

5 fatos sobre como os americanos veem a Bíblia e outros textos religiosos

Godong / UIG via Getty Images

Este ano, a festa judaica da Páscoa - 10 a 18 de abril - coincide com a celebração cristã da Páscoa. E a Páscoa, de forma um tanto incomum, cai em 16 de abril nos calendários ortodoxo e ocidental.

Tanto a Páscoa quanto a Páscoa são baseadas em relatos bíblicos. A Páscoa comemora o Êxodo dos israelitas do Egito, conforme descrito nas Escrituras Hebraicas. A Páscoa marca a ressurreição de Jesus, conforme descrito nos Evangelhos Cristãos. Nesta época importante para ambas as tradições, aqui estão cinco fatos importantes sobre os americanos e seus textos sagrados.

1Cerca de um terço dos americanos (35%) afirmam ler as escrituras pelo menos uma vez por semana, enquanto 45% raramente ou nunca lêem as escrituras, de acordo com dados de 2014 de nosso Estudo do cenário religioso. A frequência de leitura das escrituras difere amplamente entre os grupos religiosos. A maioria das Testemunhas de Jeová (88%), mórmons (77%), protestantes evangélicos (63%) e membros de igrejas protestantes historicamente negras (61%) dizem que lêem as escrituras pelo menos uma vez por semana. Em contraste, 65% dos judeus dizem que raramente ou nunca leem as escrituras.

2Três quartos dos cristãos dizem que acreditam que a Bíblia é a palavra de Deus.Oito em cada dez muçulmanos (83%) dizem que o Alcorão é a palavra de Deus, de acordo com a pesquisa de 2014. Muito menos judeus (37%) dizem que veem a Torá como a palavra de Deus.

3Os cristãos, que constituem a maioria dos adultos dos EUA (71%), estão divididoscomo interpretara Bíblia.Enquanto cerca de quatro em cada dez cristãos (39%) dizem que o texto da Bíblia é a palavra de Deus e deve ser interpretado literalmente, 36% dizem que não deve ser interpretado literalmente ou expressar outra ou nenhuma opinião. Outros 18% dos cristãos vêem a Bíblia como um livro escrito por homens, não por Deus.

4Em 2014, cerca de quatro em cada dez cristãos (42%) disseram que ler a Bíblia ou outros materiais religiosos é umparte essencialdo que ser cristão significa para eles pessoalmente.Outros 37% dizem que ler a Bíblia é importante, mas não essencial para ser cristão, e 21% dizem que ler a Bíblia não é uma parte importante de sua identidade cristã.



5Sete em cada dez americanos (71%) sabem que a Bíblia ensina que Jesus nasceu em Belém.Uma parte semelhante sabe que Moisés foi a figura bíblica que liderou o Êxodo do Egito, e 63% puderam identificar Gênesis como o primeiro livro da Bíblia, de acordo com nossa pesquisa de conhecimento religioso de 2010. Mas menos da metade dos adultos (45%) poderia citar todos os quatro Evangelhos (Mateus, Marcos, Lucas e João), e apenas quatro em dez (39%) identificaram Jó como a figura bíblica conhecida por permanecer obediente a Deus apesar de extraordinário sofrimento.

Com relação a outros textos religiosos, quatro em cada dez americanos sabiam que Jesus apareceu aos seguidores nas Américas de acordo com o Livro de Mórmon, e 54% nomearam corretamente o Alcorão como o livro sagrado do Islã.

Facebook   twitter